Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

VIAGEM SEM DESTINO

Viagem sem destino II.jpg


VIAGEM SEM DESTINO

Sei onde estou,
Sem saber por onde andarei,
Caminharei na direcção do vento
E para onde este me levar!...
Desbravarei, – ainda! –, terrenos,
Seguirei as margens de rios,
Que atravessarei sobre gelo
E atingindo os seus nascentes!...
Seguirei a sorte de quem sou,
Procurando o que nunca encontrei,
Comendo pedras por sustento
E ouvirei ventos amenos!...
Serão, – eles!, – meus confidentes,
Minhas forças de aventura,
Escopros em pedra dura
E montanhas nalgum degelo!...
Sobreviverei na imensa poeira,
Dos trilhos mais diversos,
Por quantos montes adversos
E vendo o Sol pela peneira!...
Mas não perdido na ilusão,
Nem dando o braço a torcer,
Seguindo a minha direcção
E com as pernas a tremer!...
Olharei a beleza dos lírios,
Semeados num qualquer jardim,
Todos plantados para mim
E em cores de encantar!...
Sei, – ai, se sei! – tal ponto de encontro,
Em que nada esconderei,
Sabendo o destino que levo
E da bagagem que trouxe!...
Seguirei todos os pontos cardeais,
O chilrear de quantos pardais,
O sublime voar das andorinhas
E do mundo sendo servo!...
Montarei nas costas de um monstro,
Que para todo o lado levarei,
Contando-lhe tantas estórias minhas
E sem medo, o qual me afrouxe!...
Subirei ao cume das montanhas,
Gritando aos quatro cantos,
Libertando quantos os meus prantos
E fugindo de tamanhas artimanhas!...
Irei para todo o lado,
Pelos passadiços mais sinuosos,
Mesmo que sem forças e de cajado
E nunca, – mas nunca! –, por juízos tortuosos!...
Navegarei por águas profundas e turvas,
Carregando o peixe que a Besta pescou,
Descobrirei novas ilhas por encontrar
E as suas doiradas areias percorrerei!...
Farei das rectas as minhas curvas
Comendo o pão que o Diabo amassou,
Mas que nunca ninguém me tente dobrar
E sendo certo que por aí nunca irei!...

Manuel Nunes Francisco ©®
      - Imagem da net -
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub