Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

VENTOS QUE SOPRAM

A verdade.jpg

VENTOS QUE SOPRAM

 

Ventos... que sopram e uivam!
Ventos que sacodem e levam,
Como oco esqueleto franzino,
Sem compaixão, nos enrolam,
Como trapos, sem um destino
E abrigo daqueles que choram...
São ventos, frios como lâminas,
Entrando na pele, como sabres
E barbeiros, de tão acutilantes,
Severas esponjas de lágrimas...
Ventos de tantas tempestades
E obra de qualquer um de nós,
Trocas de mentiras e verdades,
Tão reflectidas aquando a sós.
Ventos, não de Sul, nem Norte,
Mas que varrem tudo e a eito,
Levando o que resta no peito,
Sem questionar a nossa sorte.
Ventos que movem tramelas,
Rapinando tudo e até a alma,
Levando dinheiro, as panelas,
Nada deixam, nalguma calma,
Sapatos, roupas e a dignidade,
Os tachos onde fazias a açorda,
Deixando uns metros de corda,
Para que lhes faças a vontade...
São os ventos que nos fustigam
E por tais portas que entraram!

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D