Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

TERNAS GOTAS

Ternas gotas.jpg

TERNAS GOTAS

 

Pingam, pingam, estas gotas,
Neste aproximar de Outono;
De tão humildes que são,
Vão pingando, de mansinho,
Como se melodia de sono,
Por palcos de cada ano...
E em despedida ao Verão.
Pingam, pingam, em carícia,
Apalpando, em tal malícia,
Qualquer corpo e pouco pano...
E desenham telas molhadas,
Levam arte a secos terrenos,
Às mais poeirentas calçadas,
Ou quantos caminhos amenos.
Pingam, suaves, como pranto,
Belas aprendizas de cascatas...
Gotas de amor e seu encanto.
Pingam, arquitectando sonhos,
De quietudes, jardins tamanhos
E que nos deixam pensando,
Quantas vezes a cismar...
Olhando ao longe, nessa calma,
Como se uma voz chamando
E se vale a pena por aqui ficar?...
Pingam e aceleram a nostalgia,
Tais ternas gotas, em despedida,
Enquanto ficamos, dia após dia,
Nesta melancolia, moendo a alma,
Cada qual no seu cantinho
E nalguma ilusão cumprida...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D