Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

TEMPO PARA TUDO

Tempo de cobras.jpg

TEMPO PARA TUDO

 

Há um tempo para amar
E o momento para odiar...
Há um outro para salvar
E quantos para matar...
Há um tempo para tudo
E nesta merda de mundo;
Pois basta de tanto cagar,
No que andamos a lavar...
Vamos ter que dar a volta
Ao que nos bateu à porta,
Batalhas a nosso sumpto
E por tal jardim corrupto...
Chegou o tempo de lutar,
Toda a verdade espalhar,
Tal podridão escorraçar...
E que não ousem regressar!
Eis chegado o momento,
De fazer um julgamento,
Depois de tanta fartura
E tal abjecção que dura...
Há que depenar abutres
E outros que tanto futres,
Triturando tais serpentes
E rasgadas pelos ventres...
Mordidas no seu veneno
E fritas no meio de feno,
Na honra a que merecem
E enquanto ninhos ardem...
Que podre espécime este,
Que sendo tão diferente,
Tanto e mais, é parasita,
Nas frases que regurgita!...
E mais parecendo santos,
Em promessas e encantos,
Por entre vidas de prantos
E por tanto ficando fartos...
E esse tempo já é demais,
Chega de lobos e chacais!...
E é momento que findou,
Na revolta que começou!...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D