Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

SONHAR

 

Sonhos.jpg

SONHAR

 

Sonhar, é olhar, no céu, as estrelas
E abraçar, do alto da falésia, o mar;
É colmatar alguma casa sem telhas,
Sentir o doce desejo de te encantar.

 

É saber em tudo o valor da esperança,
Gritar a força da verdade, numa colina,
Recordar o que já não era lembrança...
Olhando a planície no meio de neblina.

 

Sonhar, é sentir a chama nalgum corpo,
O encontrar a luz na escuridão da noite,
É ser rubra papoila ao longo do campo,
O nascer ao mundo, atestado de sorte.

 

É sentir-se ébrio em tamanho espanto,
Em límpidos nascentes, rios de alegria,
Graciosas serenatas, noites ao relento,
Na escolha perfeita de louca fantasia.

 

É ser supremo na suprema resistência
E nunca beber das águas a seu pranto;
É saber repartir do pouco de existência,
Alcançar as cinzas da vida por encanto.

 

É o agradecer do pobre, numa esmola,
Espalhar flores pelos campos de guerra,
Libertar um pássaro de qualquer gaiola
E o suave voo das aves, no alto da serra.

 

Sonhar, é sentir-se bem neste Universo,
Sentir-se seguro, no meio do turbilhão,
Procurando a solução no mais adverso
E sair incólume de tamanha confusão...

 

Sonhar, será a lírica de qualquer poeta,
Nas suas mais sentimentais acrobacias,
A ilusão, a morfina de qualquer pateta,
Mas nunca será o freio das criancinhas...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D