Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

PARASITAS DA SOCIEDADE

Bandeira de Portugal.jpg

PARASITAS DA SOCIEDADE

 

Temos uma política de fachada,
Com uns políticos perversos,
Como, num charco, uma pedrada,
Ou falta de rima nos versos...
Iludimo-nos com promessas,
A quantos charlatões de feiras,
Ponde-nos a cabeça às avessas,
Com falta de pão nas eiras...
Puta que os pariu a todos,
Que estou farto de conversas,
Palavras que enganam tolos,
Por esquinas e travessas...
São todos a mesma merda
E já não havendo esperança,
Desde a Direita, à Esquerda,
São todos pra encher a pança...
Que se ergam forcas nas praças,
Para que seja feita justiça,
Aniquilando tais raças,
Despertando da preguiça...
Ergam-se as armas em punho,
Apontando bem ao alvo
E que sejam o testemunho
De quem quer que seja salvo...
Cante-se, de novo, "A Portuguesa",
Pelas estradas deste mundo,
Vibre-se com "A Marselhesa",
Contra este grupo imundo...
Contra os canhões, marchar,
Que a glória é chegada
E que se morra num lutar,
Mas não faminto na estrada...
Parasitas, sanguessugas, proxenetas,
Que nem a política os merece,
Bastando olhar para as facetas,
Com que cada nos adormece...
Às armas, netos de egrégios avós,
Glorifiquem a descendência,
Cada vez mais, não estão sós,
Revoltados, nesta indecência...
Livrem-se de tais parasitas,
Pisem-nos, com a ponta das botas,
Deixem-se das suas fitas,
Palhaços de cambalhotas...
Avancem, de frente e à luta,
Não deixem que vos adormeçam,
Não deixem, que os filhos da puta,
À vossa conta enriqueçam...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D