Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

OLHA-TE AO ESPELHO ( Reflectido )

Olha-te ao espelho e verás.jpg

OLHA-TE AO ESPELHO ( Reflectido )

 

Lamento a verdade e tão crua,
Neste pensamento e muito meu,
Nessa maldade e que é tão tua,
Sem nunca entender o que te deu...
Quando passares a esta porta
E, no teu olhar, me censurares,
Ou quando te cruzares na rua
E que me apontes o teu dedo,
Sempre que te olhares em casa,
Diz-me aquilo que em ti verás,
Nalguma imagem confundida
E que tanto em ti merecida,
Quando te olhares ao espelho...
E, de muito certo, não chegarás
A qualquer pena de minha asa,
Tão-pouco a cabo desta grua,
Nessa tua mente e tão torta,
Em tal presunção e falsos ares,
Nestas ideias, a que não cedo,
Neste orgulho e de tão velho.
Portanto, não me questiones
E em tempo algum me condenes,
Sendo que a este não chegarás
E muito menos me encontrarás...
Nunca te julgues mais e que alguém,
Ou que este pobre e zé-ninguém,
A quem nunca alcançarás os pés
E sendo, tu, a pessoa que és...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( francisfotoPROfimagens )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D