Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

O OUTRO LADO DA BARRICADA

O outro lado da barricada.jpg

O OUTRO LADO DA BARRICADA

 

Sempre me foi dado a perceber, o quanto a maioria das pessoas só olham aos seus interesses, sem nunca se colocarem do outro lado da barricada. Esquecem-se de quem lhes paga os ordenados, que fazem parte da mesma sociedade, que têm amigos e familiares, obedecendo como cães raivosos, lambendo as botas à hierarquia em que estão submetidos, porque é assim a obediência e o contrário não faz parte de uma sociedade civilizada e democrática... diz a classe política!
Vou contar um história, que não é tal e que se passou comigo...
Há uns anos atrás, não muitos, numa conversa de cavaqueira, por entre meia dúzia de pessoas e num espaço comercial, afirmei, por razões à época, que e referindo-me a Portugal, enquanto não começassem a arder as ruas, com os consequentes prejuízos, este país nunca iria para a frente, pois quem cala consente... foi nos inícios da tróica!
Para meu espanto, levantou-se um dos presentes, autoridade de profissão, – polícia! – e que só não me deu ordem de prisão, porque estava à civil e fora de serviço, além de bem meu conhecido e, após troca de observações, ficámos por ali... O tempo passou e, mais ou menos meio ano depois, no mesmo local e por mera casualidade, este entra de repente e acelerado, para tratar de qualquer assunto. Após tal e poucos minutos passados, comenta a sua pressa, não podendo ficar mais tempo, pelo que estava em marcha uma manifestação convocada pelo sindicato de polícias, na defesa de direitos, quanto a cortes e afirmando que enquanto as ruas não começassem a arder, carros e outros... Ri-me e, mais uma vez, percebi que há gente com memória demasiado curta!!! Olhou-me, fulo e, capaz de me balear, questionando onde estava a graça da situação?... Então, aconselhei-o numa viagem ao tempo, pelo que saiu porta fora e sem mais comentários.
Pena, o ser humano só olhar aos seus interesses, obedecendo como cão de fila, sem ter a coragem de saltar para o outro lado da barricada... e o mesmo se passa em Israel e o mundo envolvente!... Pensem nisto.

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D