Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

NOITE DESPIDA

Pecados.jpg

NOITE DESPIDA

 

Como gostaria de fazer tudo no presente,
Sem nada deixar para depois,
Abraçando o mundo a dois,
Liberto, na enorme força do momento,
Tal poesia em paragens de autocarro,
Fluindo atrás do pensamento...
Procurando por ondulados espaços,
Cruzamento de estendidos braços
E em cada esquina espreitar,
No reboliço das descobertas...
Deitar-me no chão, namorando a Lua,
Seguir Zodíaco ao longo das estrelas,
Sem importar qual delas...
Dar teu nome a cada rua,
Oferecendo-te esta cidade, que é tua,
Mesmo que a horas desertas,
Acordando para o que me despertas,
Aquando ainda adormecida e nua...
E, como mortalha de cigarro,
Em minhas mãos, semiabertas,
Enrolar-te, até onde a vontade chegar...
Confesso ao que despertar a mente.

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D