Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

INFORTÚNIOS

Infortúnios - Sócrates.jpg

INFORTÚNIOS


A vida, serão três tiros:
Um, de quem nos mata,
Outro, pelo que se morre,
Mais o disparado no escuro
E demais não me ocorre!...
O resto, são meros suspiros,
Que qualquer anda à cata,
Neste mundo sem futuro,
Por devaneios da vida
E sorte mais merecida.
A vida, é o Sol no obscuro,
Não mais que pé descalço
E por trilhos do percalço,
Marrada de corno duro,
Pedra caída no charco,
Rombo feito num barco,
Navegante sem embarco,
Ou criança pedindo colo,
Linha recta, sobre o solo,
Ou dobrada e feita arco…
A vida, é o tanto desejado,
Alucinação dos desgraçados,
Quantas vezes apedrejados
E por rumo não meditado…
E se os genitores meditassem,
Repensavam nos que nascem!
Entre a razão e os vaticínios,
Dobram-se os sinos da aldeia
E sem ninguém fazendo ideia,
Qual a razão dos infortúnios…

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D