Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

ESTA VIAGEM

José Saramago #3.jpg

ESTA VIAGEM

 

Sou um cavalgante das ondas,
Gaivota num voo de alto-mar,
Um peixe de águas profundas,
Santo aos tombos de um altar.

 

Sou mexilhão preso às rochas,
Torturado num contínuo bater,
Nó de corda e amarras frouxas,
Pobre esfomeado, sem comer.

 

Sou água fria em ferro quente,
Areia solta em terras barrentas,
Um filho de quem mais se sente,
Aquela voz, quando te lamentas…

 

O pássaro sem penas, nem asas
E sôfrego de grandes paisagens,
Sou a lájea na melhor das casas,
Navio encalhado entre margens.

 

Sou quem queres que mais seja,
Muitas das vezes um teu desejo,
Faço-me cego, não que não veja
E sigo teus passos no teu cortejo.

 

Sou vento que sopra a teu norte,
Força constante que te empurra,
Uma amálgama de alguma sorte,
Numa voz amiga que te sussurra.

 

Sou eu, nesta mão cheia de nada…
Tudo!... uma vida de trapalhada;
Inquilino, numa mansão doirada;
Senhorio, de roupa esfarrapada.

 

E nesta lírica viagem de cruzeiro,
Sou o oceano, para meu espanto,
Não pondero contas ao dinheiro…
Sou eu, numa viagem de encanto!

 

Sou e numa história mal contada,
Vidas que não são o que parecem,
Uma decisão de um tudo ou nada,
... Sou sonhos que me adormecem!

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D