Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

ESCAPADELAS POR MONTES

Escapadelas por montes.jpg

ESCAPADELAS POR MONTES

 

Montes e olhares, para lá de Odemira
E estradas molhadas, o que não admira,
Tanta a chuva, por caminhos de Ourique
E quem sabe, se siga, ou por aqui fique...
Rumarei, à distante cidade de Beja,
Mirando os socalcos, que fazem inveja,
Ou contornando para a bela Mértola,
Feito de sonhos em minha cabeça tola.
O resto do pasto, molhado e encanto,
Alimenta o tom ocre, nalgum espanto,
Enquanto os pássaros voam, contentes,
Felizes do Verão e seus sobreviventes.
Tal como eu, preocupam-se com o lugar
Por onde se possam esconder e pernoitar,
Escapando a mais águas, ventos frios
E que finalmente vão chegando aos rios.
Havendo que encher este e vazio papo,
Deixo, para trás, o maravilhoso campo,
Indagando a popular mesa e repasto
E enquanto os animais buscam no pasto.
Chegada esta noite, pouco mais me resta
Que esticar as pernas, coçando a testa
E aumentar o olhar por tal imensidão,
Por este respirar de paz, fantasia e paixão...
Ouvem-se os perros a ladrar e, bem longe,
Ovelhas que balem, uma vaca que muge,
Prenúncio da noite fria e tempestade,
Por entre conforto do que era saudade...
Enrosco-me pelas mantas e de mansinho,
Ouvindo alguma conversa dum vizinho,
Esperando que o cansaço vá chegando,
Mas ergo-me... e conto estrelas, sonhando!...
Amanhã, é outro dia e nuvens lavadas,
Pelo que me farei e de novo, por estradas,
Sentindo outras esperanças, novo calor
E, quem sabe, talvez que a cura desta dor...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( francisfotoProfimagens ©® )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D