Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

francisfotopoesiaeimagem

francisfotopoesiaeimagem

PASSADO E PRESENTE II

Passado e presente II.jpg

PASSADO E PRESENTE II

Somos um povo com passado,
De glorioso sangue nas veias,
Hoje, neste mundo, enjeitado,
Prisioneiro das suas teias...
Lusitanos que baralharam cartas,
Deram jogo e tiveram trunfos,
Jogaram, ganhando jogos e lutas,
Entre tantas batalhas e arrufos...
Acomodaram-se à mão estendida,
Querendo tudo de mão beijada
E numa alma quão vendida...
Somos pedintes e arrogantes,
Por velha berma, esburacada,
Jardim de corruptos e apoiantes!...

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

TEXTO DE JOÃO MIRA

Texto de João Mira:

…deixe-mo-nos de combates de wrestling entre canhotos e endireitas...
...e pensemos em encetar um caminho…
…que nos leve onde outros povos da nossa dimensão e continente, há muito...ou mais recentemente estão.
É preciso começar por resgatar os conceitos…ou os significados de palavras que sustentam a plena cidadania. Isto porque, há mentiras que são repetidas continuamente…para nos confundir…e nos levar a continuar a aceitar, o inaceitável.
DEMOCRACIA
...é Soberania Popular. É o governo do povo, pelo povo...e para o povo.
POLÍTICA
...é tudo o que diga respeito à organização da vida das pessoas em sociedade.
POLÍTICOS
...são todos aqueles que se interessam pela organização social da sua própria vida...e da daqueles que tem à sua responsabilidade.
ACTORES DE POLÍTICA GOVERNATIVA
...são todos aqueles que desenvolvem actividade de representação política, para fins governativos.
CIDADANIA
...é um conjunto de diferentes práticas sociais, que devem ser efectuadas a partir da condição de cidadão...ou, declaradamente, como candidato a cidadão, se as pessoas ainda se não tiverem elevado a essa primeira condição.
CIDADÃO
...é aquele que em liberdade de representação política e de participação política directa, tem acesso a procedimentos Democráticos...e pode por conseguinte, participar directa e vinculativamente, na tomada de decisões sobre todos os assuntos que digam respeito à organização da sua própria vida e a dos seus, em sociedade.
LIBERDADE DE REPRESENTAÇÃO POLÍTICA
...é uma das vertentes políticas da liberdade que consubstancia uma Democracia digna desse nome…e celebra-se através da possibilidade de as pessoas se poderem fazer representar politicamente, seja por partidos ou por candidaturas completamente independentes. A isto acresce a possibilidade de escolha do membro da lista em que se vota, dessa forma elegendo igualmente o cabeça de lista(círculos uninominais).
LIBERDADE DE PARTICIPAÇÃO POLÍTICA DIRECTA
...é a mais importante vertente da liberdade em política, pois é através dela que se garante, que é do povo, a única autoridade verdadeiramente soberana...e por conseguinte a existência da própria Democracia. Celebra-se através da possibilidade, dos só então cidadãos, poderem antes de mais escolher o que é referendável...e decidir...sem ter de pedir autorização a ninguém...Seja o assunto de política interna ou externa.
É a liberdade de Representação Política…e sobretudo a liberdade de Participação Política Directa, que tornam a Liberdade de Expressão consequente. Se a liberdade de Expressão não for acompanhada das outras referidas vertentes políticas da liberdade, para pouco mais serve do que para criar a ilusão de que se vive em Democracia…como connosco acontece.
DITO ISTO
...não deixemos pois, a política, ou a nossa própria vida em sociedade, nas mãos de representantes e actores de política governativa...que não pudemos escolher em consciência...nem temos o poder de controlar ou penalizar...
Nem deixemos que nos chamem Cidadãos, ou que chamem Democracia... ao desgraçado sistema político que aqui nos conduziu...onde são os representantes políticos dos partidários, que têm autoridade sobre os seus representados e sobre todos os outros(a maioria) que estão impedidos de se fazer representar politicamente em liberdade e consciência, por não se reverem nem no espectro partidário, nem nesse modelo de representação política.
Mais grave e antidemocrático fica tudo isto, quando os mesmos partidos que impedem a liberdade de representação política, ao controlarem a convocação de referendos, impedem igualmente a livre e directa participação política. Em Democracia digna desse nome, são os representados em liberdade, consciência e directa e vinculativamente sempre que assim o entenderem, que têm autoridade sobre os que apenas devem ser representantes políticos…não o contrário.
Nas nossas regimentais e sistémicas circunstâncias políticas, chamarem-nos cidadãos...é o mesmo que nos tratarem previamente por um grau académico que ainda não conseguimos...e que de todo não querem que alcancemos.
Em Democracia digna desse nome...o povo escolhe e decide...ao parlamento e governo cumpre cumprir...não o contrário.
Não há cidadãos apolíticos, mas também os não há sem a possibilidade de celebração da liberdade em todas as suas muito objectivas vertentes políticas, que por crescente ordem de importância são, a liberdade de expressão, a de representação política e sobretudo a liberdade de participação política directa…nem obviamente há, Democracia sem cidadãos.
Costumo dizer que, saber que o que nos falta existe, ajuda muito. Tenhamos portanto a coragem de ser dignos....e recusemos continuar a legitimar com votos e/ou com a nossa participação política, tudo e todos que...em proveito próprio...nos reduzem como Povo.
…porque…em política, participar é legitimar.

OLHOS QUE SÃO

Olhos que são.jpg

OLHOS QUE SÃO

Sendo, olhos verdes, traição,
Cega manipulação e mentira,
Muito prontos para o perdão...
Olhos azuis, a frieza, egoísmo,
Fonte de paz e tranquilidade...
Cores castanhos, barraqueiros,
Um tanto ou quanto injustos,
Por algum respeito e força...
Cor de mel, quão interesseiros
E sem nunca medir esforços,
Pelos caminhos de falsidade...
E havendo tais camaleónicos,
Fortes armas de manipulação
E numa conquista do desejado,
Conseguindo portas e amizade,
Servos de escolhido iluminado...
Os cinza depressivos, desânimo,
Amigos e bons conselheiros...
Sem nunca esquecer os negros,
Esses invejosos e rancorosos
E, sem que o perdão ofereçam,
Ofertam tranquilidade e calma...
Então, de que cor serão os meus,
Em quanta minha vaidade,
Lírica poesia e algum refrão,
Nas procuras e desencontros,
Sempre que procuro os teus
E em tanto que eles mereçam?...
Esses, tão suaves, como diabólicos,
Sedutores, tão ao jeito de corça,
Sinto-os colorirem-me a alma,
Naquela versátil cor que me mira...
Penetram-me, na luz que cintilam
E em quanta ternura me falam.

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

CORRIDA NO NADA

Corrida no nada III.jpg

CORRIDA NO NADA

A vida vai dando em nada,
Numa corrida desnecessária,
Por distâncias duma estrada
E por tanta berma precária...

Maratonas tornadas rotinas,
Em provas não controladas,
Por tempos demais e sinas,
Em taças pouco alcançadas.

Curvas vãs, em contracurvas
E desvios de alguns buracos,
Em amortecedores já fracos...

E por quantas rectas turvas,
Dominando as acelerações,
Tantas vezes em pulsações!...

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

ESQUERDA, DIREITA... MARCHEM!

Esquerda, Direita... marchem!.jpg

ESQUERDA, DIREITA... MARCHEM!

A vida, é o percurso que consigamos,
Nessa esperança, que tal desejamos,
Na ilusão e que demais desenhamos,
Pela pior guerra e cuja sobrevivamos...
Nenhum destino nos será oferendado,
Seja qual for, no mais prometido fado,
Tudo sendo luta, tal sonho arrancado,
Por caminhos que nos tentam de lado...
Percorridos, sim, mas no fio do abismo
E que cada qual os segue no seu cismo
E nada mais que cenas de ilusionismo!...
E tudo mergulhado nalgum profetismo,
De quantos mentores dum secretismo,
Seja Esquerda, Direita e qual fascismo!...

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

MERCADO E ATAQUE ECONÓMICO À CHINA...

China e o ataque económico.png

MERCADO E ATAQUE ECONÓMICO À CHINA...

Hoje, todos atacam os produtos oriundos da China!... É impressionante, como uma certa maioria das pessoas conseguem ser tão burras, de memória tão curta, estúpidas e hipócritas, nos ataques que fazem, actualmente, aos produtos chineses, quando, até há uns tempos atrás e não muito, apelavam e diziam comprar tais produtos, destruindo as economias nativas, apregoando as diferenças de preços, afirmando que os demais vendiam caro, porque queriam mais lucros, enquanto outros vendiam o contraditório, nas palavras de que nada compravam devido à falta de qualidade de tais, mas comprando carros e outros produtos tecnológicos, porque eram de mais fácil acesso e esquecendo que esses mesmos estavam a ser produzidos na mesma potência económica... A verdade, é que os chineses sempre produziram o bom e o mau, dependendo do produto que outras empresas lhe encomendavam e estavam dispostas a pagar e isto falando de diversas e grandes marcas internacionais, fossem elas europeias, ou americanas! Hoje, como se a pandemia tivesse a ver com o assunto, atacam e apelam ao boicote geral desses produtos, mas esquecendo que estão a ser manobrados por interesses económicos e servindo, assim, de cobaias baratas aos interesses de quantos sectores internacionais, interessados que alguém e por eles, lhes façam a limpeza porca do oculto e, como tal, lhes lambendo o rabo a custo zero! Tristes idiotas, armados em "inteligentes", tanto de Direita, como de Esquerda, não enxergando meio palmo de pensamento individual à frente dos olhos... simplesmente uns fúteis e burros chapados! A China chegou a tal patamar, porque uma quanta gente hipócrita lhe abriu o caminho, nos mais variados interesses pessoais, ou empresariais... Acordem, seus energúmenos, estilo cata-vento, considerados iluminados, mas meros proteccionistas de quem vos encaminha!

( Manuel Nunes Francisco ©® - Imagem da net )

VENDEDORES DE PURITANISMOS

Vendedores de puritanismos II.jpg

VENDEDORES DE PURITANISMOS

Odeio puritanismos, secretas ilusões,
Encobrimentos dos piores charlatões,
Portas fechadas e repletas de nesgas,
Num abarrotar de pecados às resmas!...
Lamento a omissão do desconhecido,
– Para que alguém seja escarnecido! –,
Pelos mestres e pregadores de moral,
A tais idiotas chapados, longe do real!...
Rio-me às doutrinas e recomendações,
De quem pouco carrega para vender,
A não ser algo que ninguém ousa ver...
Pureza, escorregando aos trambolhões,
Por pântanos de vícios, bem camuflados...
Guardiões de veneno e ocultos segredos!...

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D